Site da 813

Desde 2000 dedicado à transmissão AM QRO

  • Full Screen
  • Wide Screen
  • Narrow Screen
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

Colunistas

Ativador de antena tuner com controle de potência

E-mail Imprimir PDF

O Villas Boas - PY5VB enviou hoje 10/6 para a lista Araucária uma mensagem com atualização de sua página mostrando como efetuar o controle de transmissão e potência remotos nos transceptores Yaesu FT897 e FT857.

http://www.py5vb.qro.com.br/897-TXREQ.html

Também indica o caminho das pedras sobre como operar em AM com linear acoplado, simplesmente baixando a potência para algo entre 12 e 18W onde a modulação se torna positiva e consegue excelentes resultados em AM, o que pode ser comprovado corujando sua transmissão nos 40 e 80m AM.

Parabéns Villas pelos experimentos e grato pela divulgação!

O Padeiro que fazia Rádios

E-mail Imprimir PDF

foto04_transmissor_blaya_py3amrAté o seu falecimento, em 20 de julho de 1987, José Blaya Perez desenvolveu uma impressionante obra no campo das montagens de transmissores e receptores valvulados. Natural de São Paulo, muito jovem veio residir no Rio Grande do Sul, em Santa Maria e, a seguir, em Cachoeira do Sul, onde estabeleceu-se com a mais conceituada padaria do município.

Prefixado PY3CD, fabricou centenas de equipamentos, ainda hoje muito comuns no Rio Grande do Sul. O primeiro transmissor, que contava com uma 6DQ6 na saída de RF e era modulado por duas EL34, foi feito a pedido de PY3CNE (Marcelo), que permanece de posse do mesmo. Seus transmissores ficaram famosos pela montagem compacta e de alto rendimento, sendo reconhecido por conseguir tirar a máxima potência de etapas de saída fabricadas com válvulas comuns na época, como por exemplo, (2 x 6DQ6), (2 x 807) ou (2 x 6KD6).

Última atualização em Ter, 17 de Março de 2015 12:59

Programa para treinamento de CW

E-mail Imprimir PDF

Mais um programa muito bem bolado para treino de telegrafia foi desenvolvido pelo Klaus - PY2KLA para seu próprio treino e disponibilizou para download dos colegas no Google Docs:

  CWLetras1.zip 

Gostei muito do programa pois, diferente da maioria, as letras são disponibilizadas de forma aleatória e você não "decora" a seqüência! Mesmo que poucos acreditem que estudo telegrafia, muito raramente o faço!!!

Quem não gosta de uma sucata?

E-mail Imprimir PDF

A maioria dos radioamadores, senão todos, tem especial apreço por sucatas. Eu mesmo sou daqueles que percorrem durante horas um depósito das empresas de reciclados, nome politicamente correto para os antigos sucateiros. Como imagino que tal prazer deva ser coletivo, permito-me informar aos demais colegas aqui do sul alguns maravilhosos lugares onde podem ser encontradas coisas muito úteis aos que gostam de fazer montagens caseiras ou até adicionar ao acervo um equipamento / ferramenta / instrumento específico (a). Então, leiam com atenção os que relaciono a seguir:

1) IZN Reciclados – a sede localiza-se na avenida Voluntários da Pátria, n°. 2987, em Porto Alegre (no sentido Rodoviária – ponte do Guaíba, passando a rua São Pedro, à direita). Eles são muito organizados, todo o material está separado e classificado e os atendentes são muito solícitos. Estão disponíveis todos os tipos de coisas imagináveis, mas os segmentos de informática, eletroeletrônicos, ferramentas e materiais elétricos merecem atenção. Eu comprei dois voltímetros HB (leia-se Hartmann-Braun, coisa fina para quem conhece) de painel 0-500VAC por R$ 30,00 cada. Eles já estão no meu shack mostrando as linhas de alimentação das estações de AM e banda lateral. Mas, para quem gosta de outras coisas, olha só. A empresa tem várias filiais. Uma delas é uma loja de informática na avenida Alberto Bins, n°. 629, centro da capital dos gaúchos, onde são vendidos equipamentos funcionando e devidamente testados. Finalmente, sugiro um olhadinha no site www.izn.com.br onde são colocadas ofertas dos seus produtos reciclados. Vale a pena visitá-los.

2) Paulinho – Compra e venda de informática em geral – embora o nome dê a entender que eles atuem somente com informática, na verdade este lugar é uma mina de ouro para radioamadores. Estão disponíveis muito transceptores monocanal, gabinetes e racks verticais. O Mezzomo (PY3KC) foi quem me indicou o lugar, e vocês sabem, ele domina o tema. Estão localizados na avenida Voluntários da Pátria, n°. 1413 (quase em frente ao antigo prédio da Rede Ferroviária Federal). Eu adquiri alguns racks muito bons lá, algum tempo atrás. A organização não é o forte deles, mas lá há artigos que não são encontrados em outro lugar. Uma observação: soube que eles estão se mudando para outro endereço na mesma avenida Voluntários. Assim, não custa telefonar para o Paulinho antes de embarcar na aventura. Fone: 51-99632101.

3) João Wiest Comércio de Sucatas – estão localizados na RS 239, n°. 1891, em Novo Hamburgo (vindo de Porto Alegre, pela BR 116, deve-se dobrar a direita no viaduto de Estância Velha e, logo a seguir, antes de chegar no Centro Universitário Feevale, lá está uma placa gigante indicando o lugar). A empresa tem uma área ampla, com coisas de grande porte inclusive. Eles tem até torres de caixa dágua, só para vocês terem uma idéia. Lá vi muitos instrumentos da UFRGS, provavelmente adquiridos em leilão, e equipamentos elétricos.

4) San Lorenzo Recicláveis – estes merecem um capítulo especial. O Luis, que atendeu, mostrou-me uma nova área que está por ser inaugurada, somente com rádios valvulados. Estou sedento pela abertura deste setor !!! Mas estão disponíveis muitos racks e equipamentos também. O endereço; avenida Feitoria, n°. 3400, em São Leopoldo (tem de entrar em São Leopoldo e ir em direção ao bairro Feitoria).

Então é isso. Espero que tenham gostado das sugestões. 73 e até a próxima.

Última atualização em Ter, 17 de Março de 2015 12:58

Bitolas de fio e unidades de seção (SI)

E-mail Imprimir PDF

Uma dúvida comum entre os montadores e amantes do ferro de solda, antenistas e outros recai sempre nas referências de bitota, diâmetro e seção de fios esmaltados. Muitos amadores, sem ter a intenção, por desconhecimento, citam em seus diagramas espalhados pela net bitolas em mm ou seção em mm, levando a dúvidas e falhas os que desejam reproduzir os projetos.

Em uma discussão na lista Araucária, tentei esclarecer o assunto de bitola e seção de fios em um tópico sobre "Antena Morgain" em e-mail de 1/02/2007. Alguns neuróticos (sempre presentes nas listas de discussão) receberam a mensagem de forma meio estranha, como se eu estivesse tentando impor uma linguagem muito técnica, resmungaram, mas infelizmente não vejo como explicar isto de forma mais clara... A não ser que eu desenhe! De lá para cá, tento NUNCA responder nesta lista, mas somente ficar na coruja!!!

Novamente, sem querer ser chato e já sendo, desde a minha época de ensino médio, no início da década de 90, onde cursei escola estadual, já era tópico obrigatória na disciplina de Física o assunto SI (sistema internacional de unidades). Para quem passou pelo ensino médio depois desta data não há desculpa... Para os anteriores, talvez não tenham sido introduzidos ao SI e tem a oportunidade de saber que ele existe para facilitar nossa comunicação e troca de experiências científicas.

Referências para quem quer saber mais sobre SI:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Sistema_Internacional_de_Unidades

http://www.inmetro.gov.br/consumidor/unidLegaisMed.asp

http://pt.wikipedia.org/wiki/Awg

http://www.mspc.eng.br/tecdiv/tecDat210.shtml

http://pt.wikipedia.org/wiki/Usuário:Beremiz/z(omega)

Um forte abraço a todos!

Abaixo reprodução do e-mail de 1/2/2007 na lista Araucária:

"Olá pessoal!

Sem querer ser chato e já sendo, tenho visto ultimamente uma certa confusão com as unidades de bitola de fios esmaltados e fios ou cabos isolados (building wire).

As bitolas utilizadas aqui para fios magnéticos esmaltados utilizados em enrolamento de motores e transformadores são em AWG, identificadas por números, normalmente entre 46 (os mais finos) até o 8 ou menor (os mais grossos). Este número não representa seção circular nem diâmetro e deve-se recorrer a uma tabela para saber estas dimensões. Em alguns casos, pode-se identificar o condutor esmaltado pos sua seção circular em milímetros quadrados (mm2).

Já para os fios e cabos elétricos utilizados em instalações industriais e residenciais (building wire na linguagem dos fabricantes) utiliza-se exclusivamente a bitola ou seção circular (área) em milímetros quadrados (mm2) e não o diâmetro em milímetros (mm). Estas medidas normalmente vão de 0.5mm2 até 240mm2 ou maiores.

O bom uso de unidades de medida e respeito ao Sistema Internacional de unidades (SI) nos projetos evita muitos erros durante a implementação dos mesmos!

Um forte abraço a todos e boas experiências com antenas!

Marcinio"

Pagina 4 de 8

Banner

Usuários Online

Nós temos 178 visitantes online

Estatísticas

Membros : 4
Conteúdo : 368
Links da Web : 38
Visualizações de Conteúdo : 14300687

Direitos autorais

Copyright © 2017 813am.qsl.br. Todos os direitos reservados.
Designed by JoomlArt.com.
Joomla! é um Software Livre com licença GNU/GPL v2.0.
Você Está Aqui